sexta-feira, 14 de março de 2014

Posted by Radira Araújo on 14:28 2 comments
 Oii, pessoas! (:



Sabe aquela chuva gostosa que te faz parar e ficar pensando na vida ? Foi bem assim comigo ontem... Passou o dia chovendo horrores e, consequentemente, eu fiquei o dia todo sem fazer nada HAHA, com a exceção de comer, dormir, ficar na net e clarooo, aquela sensaçãozinha gostosa de simplesmente parar e escutar o barulho da chuva, isso, automaticamente, ativa meus pensamentos sobre tudo. Você começa pensando sobre como irá ser quando você chegar em uma terra alheia, como será divertido, como será difícil também, já que você está indo para trabalhar, que é o maior propósito, as dificuldades que você irá enfrentar, o tempo que você ficará longe da família, se você conseguirá se adaptar, se está fazendo a escolha certa ou se não seria melhor voltar a terminar a faculdade, não arriscar um futuro certo... PRONTO! Bateu aquela nostalgia. Logo eu, que sempre dou conselhos incentivando quem está em processo não desistir, me deixei abater por esse sentimento. Pelo visto, não tem como escapar dele '-' Daí você vê as pessoas que estudaram com você se formando, encontrando um emprego, se estabilizando... E você pensa ''será que eu estaria perdendo um ano... ?" Sim, eu pensei isso... Sem motivação nenhuma comecei a navegar em blogs de au pairs, aleatoriamente, quando me vi lendo um post de uma menina que foi au pair nos EUA e já regressou ao Brasil, relatando a opinião dela para quem que ir e no fundo ainda tem aquela pontinha de indecisão,dúvida. De uma forma bem convicta, ela incentivava as meninas a não desistirem, porque ao final do programa será RECOMPENSADOR, era tudo o que eu precisa ouvir ler \o/. Gente, nessa hora nada melhor que ler as experiências de quem já foi, e todas dizem algo em comum 'você voltará outra pessoa', 'com uma outra cabeça', 'outra visão da vida'. E de repente, aquele meu pensamento de achar que eu estaria perdendo um ano se eu me ausentar da minha zona de conforto que se dane zona de conforto, se torna um pensamento bobo... Onde na verdade, eu estaria perdendo um ano se eu não o fizesse. Então, se você, assim como eu, durante o seu processo já pensou em desistir, e não tem ótimos argumentos para isso, chuta o pensamento ruim e se joga nessa experiência. Se  já quem foi, dar todos os incentivos possíveis para aproveitarmos esse intercâmbio, quem somos nós, meras aspirantes, para dizer ao contrário ?


Digo isso, porque a maioria que tem a recaída de querer desistir, vivem, praticamente, os mesmo dilemas: faculdade, namorado, família, emprego... Claro, que cada um sabe onde lhe aperta o sapato, então ponham na balança e analisem se vale a pena ou não deixar por algum tempo ou até mesmo abrir mão dessas questões para viver, me atrevo a dizer, uma das melhores experiências da sua vida.
E relendo esse post, aprendi mais uma coisa, eu uso muito o sentido figurado das palavras haha. Talvez seja porque a vida de uma au pair seja uma espécie de linguagem figurada. E digo mais, talvez a vida de uma au pair seja um parque de emoções, onde você se diverte, sente medo, arrisca, fica na dúvida... mas o importante é que no final façamos valer a pena.

Então é isso, quem não arrisca, não petisca. Okay! parei .-.

Beijos e Carry on!
Categories:

2 comentários:

  1. Ah, era o que eu precisava ler hoje. Brligada, flor! E boa sorte no seu intercâmbio! ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Karol! Obrigada pela visita. Que bom que te serviu =)
      Bjs!

      Excluir